Turismo em Minas Gerais | Conheça a vesperata de Diamantina

Foto por: Acervo Secult MG - Minhas Gerais Turismo
Atualizado em: 22/09/2021

Conheça a Vesperata de Diamantina

 

Este imperdível concerto ao ar livre é um Patrimônio Cultural de Minas Gerais.

 

Diamantina respira música. Em qualquer época do ano, a cidade que recebeu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco oferece contato com a cultura viva, arte e tradição. Seja por meio de sua arquitetura colonial, suas bandas, ou pelo badalar dos sinos seculares.

Nesse cenário surgiu a Vesperata, um espetáculo musical emocionante e encantador,que há mais de duas décadas contagia moradores e turistas que visitam Diamantina. Por sua tradição e relevância, desde 2016 este concerto ao ar livre recebeu o título de patrimônio cultural de Minas Gerais.

 

Mas, afinal, o que a Vesperata tem de tão espetacular?

 

Foto: Os músicos da vesperata a postos para o espetáculo em pleno centro histórico de Dimantina. 

 

Certamente você já ouviu falar de serenatas, não é? Da rua, o músico toca em direção à pessoa amada, que assiste da janela. Só que na Vesperata os músicos se apresentam nas sacadas dos casarios seculares da Rua da Quitanda, em Diamantina, com regente que permanecem no meio da rua, rodeados da plateia.

A Vesperata nasceu de uma tradição religiosa, nos séculos 18 e 19, quando, no período das vésperas – a parte da Liturgia das Horas, ritual católico de oração celebrado à tarde – músicos se apresentavam nas sacadas e janelas dos casarões. Hoje, o evento não possui mais cunho religioso, com a orquestra formada pela banda militar da cidade e pela banda mirim.

Durante duas horas e meia, a orquestra, distribuída nas sacadas dos casarios,apresenta diferentes repertórios musicais, do clássico ao popular. A acústica do local favorece que o som alcance o público. Tudo isso no encantador ambiente colonial de Diamantina. Consegue imaginar uma experiência musical mais emocionante?

 

 

Fique atento à temporada anual, que acontece entre os meses de março a outubro, quando não chove em Diamantina. São duas edições por mês durante esse período. A dica para garantir um lugar sentado às mesas distribuídas na área reservada é comprar suas entradas antes de partir para Diamantina.

Em função da pandemia, o calendário do espetáculos presenciais está suspenso temporariamente.

 

Quer saber o que mais pode conhecer na região de Diamantina? Clique aqui e conheça a incrível Região dos Diamantes.

Sobre o Autor

Júnia Gontijo Cândido

Turismóloga, apaixonada pela vida ao ar livre, dogs, livros, séries e rock'n'roll. Atua na Diretoria de Promoção e Marketing Turístico/Secult MG.

Comentários