Turismo em Minas Gerais | Natal da Mineiridade: Aprenda a fazer a Rosca Natalina

261
Foto por: Renato José da silva Pereira
Atualizado em: 16/12/2022

Gosto de Minas: Rosca de Natal

 

Aprenda a fazer uma tradicional Rosca Mineira de Natal

Em uma data tão importante e cheia de confraternizações de fim de ano, o blog Daqui de Minas traz mais uma receita saborosa e com preparo muito simples para alegrar a ceia natalina com um toque de mineiridade. Essa receita, que tem origem Holandesa e Portuguesa, é consumida em muitas partes do mundo, e hoje trazemos uma versão com a cara de Minas para a mesa do Natal.

 

Município Premiado

 

Cruzília está localizada no sul de Minas Gerais, fazendo parte da região turística das Águas. É famosa por ter cooperativas centenárias de fazendeiros; por ser berço dos cavalos mangalarga marchadores; e por sua presente indústria de queijos.

 

Nos anos de 2009 e 2010 Cruzília liderou o ranking Nacional dos Melhores Queijos do Brasil com a produção de queijos finos. Dentro da produção de queijos do município está uma grande variedade de queijos, divididos em sete grupos: queijos de massa filada, cozida, semi cozida, queijos de massa crua, mofo branco, mofo azul e queijos com sabor.

 

Cruzília também se destaca pelas belas paisagens como por exemplo a Serrinha, que é o ponto mais alto de Cruzília a mais de 1.300 metros de altura, é onde fica o Cruzeiro, de onde é possível desfrutar de vistas panorâmicas da cidade e praticar parapente. O conjunto arquitetônico do município também é um atrativo importante para a região, composto pela Praça Capitão Maciel, que é o cartão postal de Cruzília, o Museu Nacional do Mangalarga Marchador, o Prédio do Correio, a Escola Estadual São Sebastião e a Praça Monsenhor João Câncio dos Reis.

 

Origem Pré-Histórica

 

Feita de diferentes tamanhos e formas, a rosca é um pão doce produzido à base de água, açúcar e farinha que é muito consumida acompanhada de café, leite, refrigerantes ou sucos. Podendo ser consumida com recheios ou coberturas, possui um sabor adocicado que é bem apreciado por muitas pessoas e é uma receita com alto valor nutritivo.

 

Sendo um alimento derivado do pão, é possível dizer que este existe desde os primórdios da pré-história, já que de acordo com historiadores, no passado distante, os humanos descobriram como aproveitar o fogo e cozinhar carne e vegetais. Isso os levou a observar que grãos e água colocados em uma pedra quente formariam uma substância semelhante a uma massa e isso foi o início do pão que conhecemos hoje em dia.

 

Rosca mineira de natal com frutas cristalizadas

Ingredientes

6 ovos                                                             

 

3 copos de leite morno

 

3 colheres (sopa) de margarina

 

2 copos de açúcar

 

85g de fermento biológico fresco 

 

1 kg de farinha de trigo mais ou menos 

 

1 chazinho de canela para saborizar   

 

1 colher rasa de baunilha 

 

2 colheres de (sopa) de essência de panetone                                                            

 

500g de frutas cristalizadas.  

 

Para rechear:                                             

 

1 copo de cerejas em calda para decorar 

 

300g mais ou menos de doce de figo seco ou em calda para decorar                       

 

Cobertura:

 

500g de açúcar impalpável, ou seja, açúcar de confeiteiro. 

 

Modo de Preparo:     

 

Bata todos os ingredientes no liquidificador, menos o trigo.

Coloque 1kg de trigo em uma vasilha grande e adicione a mistura do liquidificador.

Mexa bem e vá adicionando o restante do trigo aos poucos, até a massa ficar mais firme. Sove bastante.

O ponto certo é quando a massa fica macia, mas quase não gruda na mão.

Adicione as frutas e faça as tranças. Pode deixar no formato de tranças ou dar o formato de guirlanda de natal.

Unte uma forma com óleo, coloque a massa até dobrar de volume, pincele com ovo e leve para assar em forno 180 graus mais ou menos, até dourar.

Com ela ainda quente, pegue o açúcar de confeiteiro e vá pingando leite até ficar uma pastinha branca.

E aí, gostou da receita? Clicando aqui você confere mais uma receita natalina de cruzília e ainda conhece a padaria comunitária do município.

Sobre o Autor

Gabriel Oliveira

Futuro Turismólogo. Agente cultural capacitado pela UFC. Estagiário pela SECULT-MG. Mineiro, amante de uma boa prosa. Viajo dentro de mim e dentro de Minas

Comentários

O que eu procuro em Minas?