Turismo em Minas Gerais | Minas Gerais, a terra dos melhores queijos do mundo

Foto por: Acervo Secult MG
Atualizado em: 15/09/2021

Minas Gerais, a terra dos melhores queijos do mundo

 

 

Descubra aqui como  Minas Gerais está se tornando um  campeão no maior concurso de queijo do Mundo.

 

Que o Queijo Minas é o melhor queijo brasileiro, a gente já sabe, e não é à toa que vem se destacando no cenário mundial, figurando na lista dos melhores do mundo.

Fazer queijo tá no DNA do mineiro, faz parte da nossa cultura alimentar, receita tradicional de família repassada com amor, cuidado e tradição. É uma das estrelas da cozinha mineira, cada vez mais incorporado a pratos e receitas ao redor do mundo inteiro e, finalmente, conquistando seu lugar de destaque.

Minas vem se consolidando como a Terra dos Melhores Queijos do Mundo. Para confirmar esse título, e encher o peito de alegria, a notícia de hoje não podia ser melhor: Somos o estado Brasileiro que conquistou o maior número de medalhas no Mondial du Fromage, desbancando regiões tradicionais ao redor do mundo.

Além da conquista de 04 das 05  medalhas Super Ouro (a mais cobiçada do concurso)  que o Brasil conquistou, sendo de Minas um bicampeão, saindo direto da região da Serra da Canastra.

 

 

Entendendo o Mondial du Fromage

 

Essa é a quinta edição do concurso que premia os melhores queijos do mundo

Sediado na cidade de Tours na França, o concurso reúne queijeiros e especialistas do mundo todo para apreciar os derivados do leite e premiar os melhores em quatro categorias: Super Ouro, Ouro, Prata e Bronze.

Esse ano foram distribuídas 331 medalhas. Profissionais de 46 países assistiram a uma vitória impressionante e expressiva do Brasil, que arrecadou impressionantes 57 medalhas ao todo. Sendo 40 destas para produtores mineiros.

 

O território Mineiro e o Queijo

 

 

CanastraSerro, Alagoa, foram algumas das regiões queijeiras mineiras que tiveram produtos reconhecidos no concurso,  que este ano representa uma vitória sem precedentes para os produtores que com tanto afinco dedicam sua vida a aprimorar as técnicas e para a  cozinha mineira.

É orgulho que não cabe no peito, né?

 

Cozinha mineira e seu potencial turístico

 

Não é de hoje que falamos que a cozinha mineira é um dos nossos principais atrativos turísticos, e essa vitória expressiva só confirma isso. Estado afora, diversos produtores e mestres queijeiros abriram as portas de suas produções aos turistas, valorizando a produção e fomentando a visitação e o contato direto com esse tesouro da nossa cozinha!

São inúmeras rotas e roteiros voltados a apresentar os processos produtivos e vivências que possibilitam  aprendizado, troca e degustação da nossa joia mais valiosa.

Os queijos mineiros se tornaram mais que campeões na cozinha e nos nossos corações, estão no pódio de nossos roteiros turísticos estado afora. Confira outras experiências típicas da cozinha mineira entre nossos roteiros.

Aos campeões do Mondial, desejamos sucesso e agradecemos imensamente por continuarem levando o nome de Minas e a marca dos nossos queijos mundo afora. Abaixo você confere a lista dos grandes ganhadores!

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Visite Minas Gerais (@visiteminasgerais)

 

 

Queijos mineiros ganhadores do Mondial Du Fromage 2021

 

 

♦ Super Ouro (4)

 

Queijo Minas Artesanal Quilombo Na Cachaça – Ivacy Pires Dos Santos

Canastra do Ivair – Reserva  – Ivair José De Oliveira

Queijo Santo Casamenteiro – Laticínios Cruzília

Queijo Canastra Serjão Maturado 100 Dias – Sergio De Paula Alves

 

♦ Ouro (5)

 

Sinhana Mons Cremeux – Holorico Soares Costa

Queijo Valentina – Izabela Dias Fiorentini

A Lenda – Laticínios Cruzília

Queijo Artesanal Jm Resinado – Marlucy Leite

Queijo Artesanal Fazenda Bela Vista Premium 60 – Renato De Souza e Thaylane

 

♦ Prata (17)

 

Queijo Maria Nunes 30 Dias – Christiane Nunes

Queijo Minas Artesanal Quilombo Casca Lavada – Ivacy Pires Dos Santos

Queijo Ribeiro Fiorentini 120 Dias – Izabela Dias Fiorentini

Queijo Giovanna – Izabela Dias Fiorentini

Queijo Solera  – Izabela Dias Fiorentini

Manto da Serra – Laticínios Cruzília

Queijo Alagoa Fumacê – Marcio Martins De Barros, Queijo D’alagoa/Mg

Queijo Araucária – Marcio Martins De Barros, Queijo D’alagoa/Mg

Da Lenda Ibitira – Marco Paulo Quirino Costa

Qma do Gir Da Lenda – Marco Paulo Quirino Costa

Queijo Santa Clara Dourados Casca Florida 30 Dias – Maria Aparecida Machado Pereira e Dalmo Pereira

Queijo Santa Clara Dourados Casca Florida 45 Dias – Maria Aparecida Machado Pereira e Dalmo Pereira

Dona Iaiá Casca Florida 90 Dias – Marilia Simoes Jorge

Senzala Vulcão – Marly Leite

Queijo Garrafão – Rita De Cassia Ribeiro Menezes

Queijo Canastra Serjao 18 Dias – Sergio de Paula Alves

Santuário do Mergulhão Queijo Minas Artesanal 50 Dias – Silmar de Castro Mota

 

♦ Bronze (14)

 

Marandu – Claudia Mendonca Camargo

Queijo Canastra Sinhana 240 Dias – Holorico Soares Costa

Queijo Rosário Mineiro Tropeiro – Itamar Pereira Dos Santos

Canastra do Ivair – Ivair José De Oliveira

Canastra J&C 90 Dias – Jadir da Costa Pereira

Queijo Canastra do Johne – Johne de Castro

Queijo Bicas Da Serra Tradicional – Jose Orlando Ferreira Junior

Serra da Mantiqueira Bronze – Laticínios Cruzília

Queijo Art De Alagoa Faz Rio Acima 150 Dias – Leandro Siqueira Chaves

Queijo Maturado Santana 120 Dias – Lindomar Santana Dos Santos

Queijo Fazenda Santo Antônio 60 Dias – Marcos Vinicius Mendes

Canastra Matinha Do Ouro 60 Dias – Otinho e Eliane Freitas

Queijo Juá Casca Florida 40 Dias – Paulo Henrique Costa Fonseca

Barão da Canastra Casca Florida – Rogerio Julio Soares Ferreira

 

Clique aqui e saiba mais sobre as regiões queijeiras de Minas. 

Sobre o Autor

Luís Carneiro

Mineiro dos pés à cabeça. Marketólogo. Turismólogo em formação. Estagiário da SECULT-MG que ama ver, ouvir e escrever sobre as belezuras desse Brasil

Fernanda Fonseca

Superintendente de Marketing turístico na SECULT- MG, cozinheira e apaixonada por turismo e gastronomia.

Comentários