Turismo em Minas Gerais | Cicloturismo em Minas Gerais: Conheça a Rota do Vulcão

Foto por: @lucarneiro3
Atualizado em: 16/11/2021

Cicloturismo em Minas Gerais: Conheça a Rota do Vulcão

 

Praticar o cicloturismo em Minas é ter a experiência de pedalar pelas montanhas, vilarejos e cidades históricas e conhecer paisagens únicas.

 

 

O cicloturismo se tornou uma das grandes tendências no turismo mundial, e aqui em Minas Gerais não é diferente. A ideia é simples: sobre as rodas de uma bike você percorre destinos e seus pontos turísticos.

Além de o ciclismo ser um esporte incrível que traz benefícios à sua saúde e bem-estar, o cicloturismo te conecta a novos lugares, cenário e culturas, no seu tempo, coisa que você dificilmente perceberia em uma viagem mais “acelerada”.

 

Cicloturismo em Minas Gerais

 

Foto: Ciclista passando pela Rota do Vulcão, com uma bela paisagem.

 

Minas Gerais tem cenários espetaculares que misturam uma natureza exuberante, o sossego e a cultura de vilarejos rurais, as curvas belíssimas de montanhas, um verdadeiro convite para prática de esportes de aventura.

O que muitos já descobriram ao viajar por Minas é que a bike pode ser uma grande companheira para conhecer nossas cidades históricas, ter contato com as culturas locais, com a cozinha mineira e curtir o que melhor a natureza mineira pode oferecer.

 

Foto: Serra da Boacaina em Ibitiura de Minas.

 

Você pratica ciclismo ou tem vontade de iniciar essa prática? Vem conhecer melhor Minas Gerais nessa rota incrível.

 

Cicloturismo pela Rota do Vulcão

 

A Rota do Vulcão é uma novidade que presenteia os amantes do ciclismo que percorrem terras mineiras. Tem se destacado por ser o único trajeto do mundo a ser feito ao redor de uma caldeira vulcânica de 80 milhões de anos!

E todo o trajeto é um show a parte.

 

Foto: Vale na cidade de Andradas - Pico do Gavião - um dos belos lugares que você verá na rota do vulcão.

 

Você vai encontrar cachoeiras lindíssimas, mirantes que são palco para fotografias, fazendas com plantações de diversas culturas, como o café, igrejas, lagos, e claro, paradas obrigatórias para experimentar a culinária mineira.

 

Foto: Cicloturista passando em frente a uma fazenda cafeeira. 



Cada trecho tem aproximadamente 30 km de distância, onde você poderá escolher em qual cidade descansar e se hospedar para recuperar sua energia.

Ao final do percurso, você poderá comprar o certificado de conclusão da Rota do Vulcão!

 

Onde fica

Foto: Mapa das cidades que percorrem a Rota do Vulcão.

 

Poços de Caldas é a principal cidade de ponto de partida da rota, mas por se tratar de um trecho circular, você poderá escolher em quais pontos começar essa aventura, pois você sempre retornará ao seu ponto de partida.

A rota integra cidades mineiras e paulistas, partindo de Minas Gerais temos: Poços de Caldas, Palmeiral, Botelhos, Campestre, Bandeira do Sul, Santana de Caldas, Pocinhos do Rio Verde, Caldas, Santa Rita de Caldas, Ipuiúna, Ibitiúra de Minas, Andradas, Águas da Prata e, em São Paulo estão: São Roque da Fartura, Águas da Prata, São Sebastião da Grama e Divinolândia.

 

Algumas dicas e informações da rota:

  • O cicloturista percorre 350 km ao redor de uma caldeira vulcânica, com um acúmulo de altimetria de mais de 9 mil metros;
  • A rota é mapeada para que seja possível que qualquer ciclista possa percorrê-la, sejam  mais ou menos experientes, permitindo que todos possam realizar e curtir seus pontos turísticos;
  • O percurso completo pode ser feito em até 8 dias, variando do objetivo e experiência de cada ciclista;
  • A rota perpassa por trechos de outras rotas que valem muito a pena serem conhecidas como a Rota do Café, na região de Poços de Caldas, Rota das Capelas, na cidade de Andradas, Caminhos da Fé, em direção a Andradas e o Caminho de Santa Rita, em Santa Rita de Caldas;
  • Pelas 13 microrrotas, os cicloturistas encontram cachoeiras, mirantes, lagos, fazendas, plantações de café, patrimônio histórico e culinária regional.
  • O percurso é sinalizado, mas é recomendado pelos organizadores da rota usar o aplicativo ou o gps para realizar todo o trecho.

 

O que você vai conhecer na rota:

 

Andradas

 

Foto: Cicloturista em frente a pedra do elefante na cidade de Andradas.

 

Localizada na Serra da Mantiqueira, é conhecida como a Terra dos Vinhos e os amantes da bebida podem conhecer as 6 vinícolas da cidade que são abertas a visitação. Para os turistas mais radicais, a cidade tem muitos atrativos de esportes além de cachoeiras e picos.

O que você vai conhecer: Cachoeira Toca das Andorinhas, Pico do Gavião, Serra do Caracol, Serra do Pau D’Alho.

 

Bandeira do Sul

 

No coração do Sul de Minas, a cidade é banhada pelo Rio Pardo e Ribeirão Marambaia. Se destaca no setor cultural pelas festas de Nossa Senhora Aparecida e São Vicente de Paula.

 

Botelhos

Os aspectos históricos da cidade vem das fazendas cafeeiras da época do império e que hoje tem uma grande tradição na produção de café.

O que você vai conhecer: Represa da Graminha

 

Caldas

 

Foto: Cicloturista passando pelo pequeno distritito chamado Santana de Caldas.

 

Uma das principais atrações da cidade são suas adegas, totalizando mais de vinte. O que deixou ainda mais famosa a Festa do Vinho e a Festa da Uva.

O que você vai conhecer: Pedra Branca, Pedra do Coração

 

Campestre

Para os amantes da natureza, a cidade tem como atrativos a Pedra Grande e a cachoeira Tonico Novato.

 

Ibitiúra de Minas

 

Foto: Paróquia de São Benedito, igreja matriz da cidade de Ibitiúra de Minas.

 

As montanhas da cidade favorecem a prática de esportes de aventura, como rapel e trekker.

O que você vai conhecer: Serra da Bocaina

 

Ipuiúna

 

Foto: O famoso e importante rio da região, o rio Pardo.

 

Ipuiúna possui a nascente de um dos rios mais importantes da região, o Rio Pardo. Tem como destaque para os visitantes o Morro da Boa Vista, ponto mais elevado da cidade, com quase 1.600 metros de altitude.

 

Poços de Caldas

 

Foto: Cicloturistas se reúnem no Cristo Redentor de Poços de Caldas, principal ponto de encontro da Rota do Vulcão.

 

Famosa pelas águas terapêuticas que brotam do solo a uma temperatura de 45ºC, Poços de Caldas é uma cidade para se descansar e aproveitar o charme local.

O que você vai conhecer: Serra do São Domingos, Cachoeira Véu das Noivas, Palace Casino, Recanto Japonês

 

Santa Rita de Caldas

É um destino de muitos romeiros durante todo o ano, devotos de Santa Rita de Cássia. Típica de uma cidade do Sul de Minas, é um local charmoso e muito acolhedor, além de oferecer para os visitantes mais radicais atividades como o rapel.

O que você vai conhecer:  Pico do Itacolomi

 

Para mais informações sobre a Rota do Vulcão, clique aqui.

 

Leia também: Viagem de moto pelas estradas de Minas

 

Sobre o Autor

Júnia Gontijo Cândido

Turismóloga, apaixonada pela vida ao ar livre, dogs, livros, séries e rock'n'roll. Atua na Diretoria de Promoção e Marketing Turístico/Secult MG.

Talita Araujo

Mercadóloga formada, estudante de turismo e amante da gastronomia. Seu sonho é misturar essas três áreas e mostrar ao mundo o poder da comida afetiva.

Comentários