Turismo em Minas Gerais | Belo Horizonte

  • Alerta de viagem: Covid-19

    Entre em contato com o estabelecimento para mais informações

    Atualizado em 16/11/2021

    Barreiras Sanitárias

    Funcionamento - Quantidade

    Funcionamento - Carga Horaria

Palácio da Liberdade

Sede histórica do Governo do Estado e um dos principais cartões postais de Belo Horizonte, o Palácio da Liberdade foi palco de decisões políticas e sociais que marcaram a história do povo mineiro e brasileiro. Sua construção foi iniciada em 7 de setembro de 1895, projetado pelo arquiteto José de Magalhães para acolher a sede administrativa do Governo de Minas Gerais e residência oficial dos governadores. A obra foi realizada pela Comissão Construtora da Capital, tendo à frente Aarão Reis e Francisco Bicalho. Os construtores foram Teixeira Rodrigues, Conde de Santa Marinha, Carlos Antonini e Leonardo Gutierrez. Mantêm o aspecto original os jardins com esculturas francesas em mármore branco e postes que sustentam águias de metal cercadas por luminárias, um orquidário da época da construção da nova capital, e um coreto que ostenta um bonito ornamento artesanal de cipós e troncos feitos de cimento armado. Este é um dos poucos coretos que apresentam características da época. Uma construção interna de grande destaque no Palácio é a escadaria de ferro e mármore, projetada no Brasil e construída nas oficinas Accières Brugges, na Bélgica, com flores e folhagens de ferro batido. Na área externa, os jardins — projetados originalmente por Paul Villon seguindo o estilo inglês — passaram por reformulações ao longo do tempo. Mantêm o aspecto original esculturas francesas em mármore e postes que sustentam águias de metal cercadas por luminárias, o orquidário da época da construção e o coreto que ostenta ornamento artesanal de cipós e troncos feitos de cimento armado, um dos poucos coretos que apresentam características da época. A partir da década de 70, os governadores preferiram trabalhar no Palácio dos Despachos. O Palácio da Liberdade passou por uma restauração para ser entregue ao público com novo projeto museográfico em 2013. Ao visitar o Palácio, o público pode conhecer seus salões, candelabros em bronze dourado, o piso em parquet, seus lustres em cristal, os painéis alegóricos, seus torreões, a beleza da escadaria principal vinda da Bélgica, o rico mobiliário e seu belo jardim. O Palácio da Liberdade está aberto à visitação pública mediante retirada de ingressos gratuitos no Sympla.

Ver mais

  • Localização

    Urbana

    Praça da Liberdade, s/n - Funcionários

    CEP 30.140-050 - Belo Horizonte - MG

  • Pontos de Referência

    Entre as Avenidas Cristóvão Colombo e Brasil, em frente a Praça da Liberdade.

  • Horário de Funcionamento

  • Observação sobre funcionamento

    O Palácio recebe visitas gratuitas, aos sábados e domingos, das 10h às 16h), com duração estimada de 40 minutos, para grupos até 12 pessoas, em blocos de horários (10h, 11h, 13h. 14h e 15h). Para participar, é necessário retirar o ingresso pelo link https://www.sympla.com.br/produtor/appa Além disso, em todo primeiro domingo do mês, acontece a solenidade de Troca da Guarda. Os Jardins do Palácio também já estão reabertos à visitação aos fins de semana, em dois grupos de, no máximo, 15 pessoas, às 10:15 e às 13:15. Os visitantes que não seguirem o procedimento de agendamento terão sua visita condicionada à disponibilidade de vagas disponíveis.

  • Tipo de Visita

    Auto-guiada;Guiada;

  • Entrada

    Franca

  • Atividades Realizadas

    Visitação e contato com o lugar que já foi palco de decisões políticas e sociais que marcaram a história do povo mineiro e brasileiro e onde moraram diversos ex-governadores e ex-presidentes.

  • Acessibilidade